MENU
Viagem e Pressão Arterial

Viagens e Pressão Arterial

publicado por Poupafarma | 4 de janeiro de 2019

Ter uma crise de pressão, baixa ou alta, em uma viagem, além dos riscos que isso implica, pode, em parte ou totalmente (no caso de um AVC), estragar suas férias. No Brasil você recorre mais facilmente ao seu plano de saúde, mas em viagem ao exterior isso pode ser um pouco mais complicado. O fato é que problemas de pressão atingem milhões de pessoas no mundo todo. Jovens podem também ter crises de pressão, mas elas são mais comuns em pessoas com idade acima de quarenta anos e, quanto mais idosa é a pessoa, mais riscos ela corre porque, com a idade, os vasos sanguíneos perdem sua elasticidade, resultando no aumento da pressão arterial. Pessoas com mais de 60 anos devem ficar atentas quando sua pressão ultrapassar os 15 por 9. Quem tem diabetes e problemas renais crônicos deve conversar com o médico sobre esses limites.

Viagem e Pressão Arterial

Poucos sintomas

O que preocupa é que, geralmente, não há sintomas evidentes. Aliás, durante uma viagem, você está mais concentrado nas atrações turísticas que pretende ver ou visitar, e desvia a atenção de sua saúde. Em alguns casos, porém, seu organismo sinaliza que há algo errado com sua pressão. Há sintomas detectáveis: dor de cabeça e dor na nuca, difíceis de passar, tontura, vista embaçada, mal-estar. Se você já sabe que está sujeito a crises de pressão alta, fique atento a esses sintomas e procure medir sua pressão arterial.

Cuidados básicos para quem tem problemas de pressão

Se você tem algum problema de pressão arterial e vai viajar, anote algumas providências básicas:
1 – Em primeiro lugar converse com seu médico. Isso vale particularmente para quem vai para lugares muito altos, com altitudes em torno de 4 mil metros acima do nível do mar. Lugares altos não são os mais indicados para quem tem problemas crônicos de pressão alta. Diríamos que, a partir de uns 2.500 metros algumas pessoas (principalmente as idosas) já começam a sentir certo mal-estar com a altitude.

2 – Já que problemas de pressão, na maioria das vezes, não apresentam sintomas, é indispensável ter consigo durante toda a viagem, em quantidade suficiente, os medicamentos receitados por seu médico para controle da pressão arterial. Vale lembrar que se for viajar para o exterior, em muitos países você não poderá adquirir esses medicamentos sem receita.

Viagem e Pressão Arterial

3 – Finalmente, leve um medidor de pressão consigo. Transporte-o na bagagem de mão, protegendo bem o aparelho, que é delicado. Nos controles de segurança dos aeroportos não dirão nada. É sabido que a pressão à noite, quando você dorme, tende a ser mais baixa. Durante o dia pode ser um pouco mais alta. O ideal é medir a pressão depois de tomar o café da manhã, antes de deixar o hotel. À noite, principalmente se você for hipertenso, é recomendável medir de novo. A pressão normal é, geralmente, 12 (pressão sistólica) por 8 (diastólica), mas ela é mais elevada em geral nas pessoas mais velhas, e a diferença entre a mínima e a máxima aumenta aos poucos à medida que a pessoa envelhece.

Pressão alta

A pressão alta é a mais perigosa, pois apresenta risco de derrame. É mais comum em pacientes idosos. Isso ocorre em casos graves, quando a pressão dispara: a máxima pode chegar a 18, 19, ou 20, e a mínima, a 10, 11, 12. Nessa hora procure ajuda médica o mais rápido possível.

Mas convém lembrar, se você tomar direitinho os medicamentos de uso contínuo indicados pelo seu médico é difícil que isso ocorra. O problema é que muita gente, com a mudança de hábitos durante uma viagem, simplesmente esquece de tomar esses medicamentos. Um lembrete no espelho do banheiro pode evitar que isso aconteça.

Viagem e Pressão Arterial

Alimentação

Hábitos alimentares saudáveis são essenciais para evitar crises de pressão. Infelizmente, durante uma viagem, são inevitáveis alterações nos hábitos. Comemos em restaurantes, ou mesmo na rua. Porém sempre que possível procure alimentar-se direito para evitar uma crise de pressão.

Como dica, alguns produtos indicados para o combate à pressão alta podem ser encontrados em mercados, como por exemplo: suco de laranja, morangos, leite de soja, farelo de trigo, iogurte light, nozes, melancia e alimentos que contêm potássio, como abacate e mamão. Também são ricos em potássio alguns alimentos que você pode consumir em restaurantes, como salmão, carnes de vaca ou de frango (sem a pele), batata cozida. Ao mesmo tempo, evite bebidas alcoólicas, sal e açúcar em quantidade excessiva.

Viagem e Pressão Arterial

Pressão baixa

A hipotensão, a pressão arterial baixa, é de 9 por 5. A pressão baixa provoca sono, tontura e até desmaios. Quem tem problema de pressão baixa deve ter consigo um pouco de sal, que faz subir a pressão. Café e álcool também ajudam a pressão a subir, nos casos de hipotensão. Finalmente, e bastante eficaz, um banho frio ou, pelo menos, molhar a cabeça e os pulsos com água fria por alguns minutos.

Fonte: manualdoturista.com.br/

Viagem e Pressão Arterial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2016 - Blog da Poupafarma - Todos os Direitos reservados.